Concurso Guiné-Bissau

local: Guiné-Bissau, África
status: anteprojeto
projeto: 2010


A edificação seria construída a partir da mão de obra local em regime de mutirão. O projeto é resultado da topografia e características locais, usando de tecnologia dominada pelos guineenses e materiais encontrados em abundância no local, para criar um projeto sustentável que trará inclusão social, esperança e solidariedade.

júri

“A proposta contém em seu interior espaços de produção e de abrigo, sem ignorar a importância de relacionar o exterior ao interior, de maneira a se integrar ao sítio”
“simples, insinuando-se na paisagem, tradicional e contemporâneo”
“Apesar de sua linearidade e da contenção intramuros, a sequência de espacos cobertos fechados e as possibilidades de integração entre eles criam uma grande riqueza espacial, lembrando a genial proposta de Sverre Fehn para o concurso do Centro de Férias de Mauritzberg. Sua implantação, decorrente de uma leitura muito apropriada das condições topográficas e hídricas do local resultam em um elegante volume na paisagem, marcante em um sentido e sutil em outro.”